Eva percorrendo umas vezes estradas, outras veredas. Caminhando sempre com amor e a esperança de encontrar a porta certa. Parando de vez em quando para retemperar forças... admirar uma flor… uma paisagem… fazer novas amizades... e meditar... e reencontrar velhos amigos... e demais companheiros de jornada!
Terça-feira, 26 de Março de 2013

«Quando comecei o curso perguntávamos uns aos outros em que empresa iríamos trabalhar. Estou a acabar e perguntamos uns aos outros em que país iremos trabalhar» jovem finalista de curso superior

 

Cantar de Emigração por Adriano Correia de Oliveira
Música de José Niza, letra de Rosalia de Castro


publicado por eva às 16:38
ç atualíssimo
blue a 3 de Abril de 2013 às 00:59

Ç infeliz e desafortunadamente
eva a 11 de Abril de 2013 às 13:29

Belo poema da poetisa galega Rosalía de Castro, bela e saudosa voz, a de Adriano, neste dia mundial do livro.
Parabéns pelo «post».É assim que se chama, não é?

Desgraçado país que escorraça os seus filhos!

Mas, diz-se, cada um de nós tem os governantes e o país que merece. Será ssim?

Mas eu nada fiz para isso...
Martinhopm a 23 de Abril de 2013 às 14:18

É difícil aceitar que cada povo tem o governo que merece. Olhamos para nós e perguntamos: que fiz eu para merecer isto?
Mas um país somos todos nós. E, em cada momento histórico, nós - enquanto povo - definimos o nosso destino imediato. E neste momento, o destino imediato passa por secar as lágrimas e ver os filhos a partir para outros países.
Obrigada pela visita e pelo comentário.
eva a 27 de Abril de 2013 às 19:15

mais sobre mim
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
28
29
30

31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO