Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caminhos de Eva

Caminhos de Eva

Eva percorrendo umas vezes estradas, outras veredas. Caminhando sempre com amor e a esperança de encontrar a porta certa. Parando de vez em quando para retemperar forças... admirar uma flor… uma paisagem… fazer novas amizades... e meditar... e reencontrar velhos amigos... e demais companheiros de jornada!
19
Out08

Vinicius de Moraes

eva

Há 95 anos nasceu, no Rio de Janeiro, Marcus Vinicius da Cruz de Melo Moraes.

 

Foi diplomata, jornalista, poeta e compositor.

Poeta essencialmente lírico, o poetinha (como ficou conhecido) notabilizou-se pelos seus sonetos, forma poética que se tornou quase associada ao seu nome. Conhecido como um boémio inveterado, fumante e apreciador de whisky, era também conhecido por ser um grande conquistador. O poetinha casou-se por nove vezes ao longo de sua vida.

Sua obra é vasta, passando pela literatura, teatro, cinema e música. No campo musical, o poetinha teve como principais parceiros Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell e Carlos Lyra.

 

Fonte: Wikipédia

 

 

 

 

3 comentários

  • Imagem de perfil

    eva 21.10.2008

    O poetinha era um querido. Ou melhor dizendo, era mesmo muito querido!
    Excepto... há sempre um mas. Excepto por uma das minhas filhas por causa da canção "A Casa" que não tinha tecto, nem parede, nem nada. Até aí tudo bem! Mas casa onde "não se podia fazer pipi porque pinico não tinha ali", isso não! Como hoje ela relembra, até ficou traumatizada porque quando a canção estava na moda era ela pequenina e estava na fase "penicodependente".
    Ora aqui está um resultado não previsto pelo poetinha.
    Abraço
  • Entendo. As minhas só se lembravam disso quando queriam ir à casa de banho e ela estava ocupada... refiro-me a cantar a canção, claro. Para ser muito honesta, confesso que também eu cantava a canção nessas circunstâncias... sobretudo eu. Elas aprenderam comigo... estou a fazer uma retrospectiva das coisas que eu fazia e estou a chegar à coclusão de que era uma mãe muito divertida, quando elas eram pequeninas. Cantava muito. Contava-lhes histórias a cantar, cozinhava a cantar, levava-as à escola a cantar... alguma coisa boa deve ter ficado...
    Abraço.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.