Eva percorrendo umas vezes estradas, outras veredas. Caminhando sempre com amor e a esperança de encontrar a porta certa. Parando de vez em quando para retemperar forças... admirar uma flor… uma paisagem… fazer novas amizades... e meditar... e reencontrar velhos amigos... e demais companheiros de jornada!
Segunda-feira, 25 de Abril de 2011

Em 1975 Chico Buarque compôs "Tanto Mar" que dedicou à revolução portuguesa e a um seu grande amigo, o português José Nuno Martins. A canção foi proibida no Brasil onde apenas foi gravada a versão instrumental sendo editada, em Portugal, a versão cantada.

  

 

 Tanto Mar

 

Em 1978 Chico Buarque pôde regravar "Tanto Mar" e, nessa altura, alterou a letra gravando "Tanto Mar II".

 

 

 Tanto Mar II



publicado por eva às 10:58
Nossa, lembro-me como se fosse hoje...
Não só Chico vibrava com toda aquela ebulição em Portugal, mas nós, brasileiros, não nos desgrudávamos das notícias da época.
Eram tempos difíceis, mas exigíamos mudanças. Aliás, lutávamos por elas.
Excelente, amiga!
Eva, saio de férias agora. Vou viajar, mas volto no finalzinho de maio com a bagagem carregada de saudade.
Não te esqueço!
Enorme afeto!!!
vanuza a 26 de Abril de 2011 às 11:25

Que sejam férias retemperadoras e que seja um ótimo regresso Van!
Bjsss
eva a 26 de Abril de 2011 às 13:11

Revi os vídeos, os soldados distribuindo cravos vermelhos ao povo. Atualmente, Portugal vive mergulhado numa crise institucional quase insolúvel e o FMI por lá. Vi, há um tempinho atrás, um documentário chamado Fantasia Lusitana que tentava nos passar explicações sociológicas, políticas, etc. e tal sobre a questão do 'isolamento português' a partir da segunda grande guerra quando Salazar tornou Portugal um país neutro, isto é, não dava asilo político a ninguém. Isso não foi nada bom e as repercussões ainda são desastrosas. Por vezes, Eva, tenho vontade de fazer um certo debate sobre essa matéria, mas muitos colegas portugueses evitam e até hostilizam quem se mete nesses assuntos. O engraçado é que eles mesmos adoram baixar a lenha no Brasil.Mas os brasileiros têm a cuca fresca e não esquentam muito a cabeça com certas críticas, aí, nos chamam de levianos, rsrs.
Vou refletir mais um pouco...deixa eu voltar das férias.
Beijos!!!
vanuza a 26 de Abril de 2011 às 22:06

"... e, numa gororoba, desagua no Tejo..."
Desde garota que morro de amores por este "Tanto Mar..." do Chico Buarque... bem, na altura já era mãe e considerava-me muito adulta :)) Mas era uma garota, uma menina com uma filha nos braços, apaixonada pelos acordes e pelo poema deste "tanto mar..."
Abraço grande!
Maria João Brito de Sousa a 15 de Junho de 2011 às 14:22

mais sobre mim
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
23

24
26
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO