Eva percorrendo umas vezes estradas, outras veredas. Caminhando sempre com amor e a esperança de encontrar a porta certa. Parando de vez em quando para retemperar forças... admirar uma flor… uma paisagem… fazer novas amizades... e meditar... e reencontrar velhos amigos... e demais companheiros de jornada!
Sábado, 15 de Novembro de 2008
Na minha perspectiva o MAL é como uma ausência de BEM. Também o podemos abordar de uma vertente biológica e encará-lo como uma espécie de desequilíbrio. O medo é um conceito inerente à forma física semelhante à repulsa pela dor.
Aliás encaro sempre o medo como um desequilíbrio, uma disfunção. Também não vejo o "medo" exactamente da mesma forma que vejo o "mal". Penso que há pessoas que não temem o Mal e sim a ausência do Bem. Nunca me dei muito bem com a postura de "temer a Deus" porque acho perfeitamente repugnante a ideia de temer o Bem. Se for absolutamente necessário temer, então temerei a ausência de Bem. Se temer o mal, estarei a concebê-lo, a dar-lhe forma, a materializá-lo.
.

de Maria João Brito de Sousa
in “poetaporkedeusker
.


publicado por eva às 22:49
mais sobre mim
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
29
30
31


posts recentes
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO