Eva percorrendo umas vezes estradas, outras veredas. Caminhando sempre com amor e a esperança de encontrar a porta certa. Parando de vez em quando para retemperar forças... admirar uma flor… uma paisagem… fazer novas amizades... e meditar... e reencontrar velhos amigos... e demais companheiros de jornada!
Domingo, 24 de Janeiro de 2010

 

A menina de vestido azul
Avança dois passos à minha frente.
O horizonte termina na linha do comboio
Que descortino subitamente.
 
A luz vermelha acende no preciso momento
Em que a menina de azul
Pisa o primeiro carril.
 
Grito, aceno, alerto,
Mas ela não me ouve.
 
O comboio passa e a menina permanece
Apesar dele, dos acenos e dos gritos.
Apesar da luz vermelha…
 
Sou eu quem não está lá,
Naquela inexistente passagem de nível
Onde acaba a linha do horizonte.

 

 



publicado por eva às 22:57
mais sobre mim
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO