Eva percorrendo umas vezes estradas, outras veredas. Caminhando sempre com amor e a esperança de encontrar a porta certa. Parando de vez em quando para retemperar forças... admirar uma flor… uma paisagem… fazer novas amizades... e meditar... e reencontrar velhos amigos... e demais companheiros de jornada!
Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2011

No final, não nos recordaremos das palavras dos nossos inimigos, mas sim do silêncio dos nossos amigos.

Martin Luther King



publicado por eva às 00:34
Sábado, 15 de Outubro de 2011

As palavras de amizade e conforto podem ser curtas e sucintas, mas o seu eco é infindável.

Madre Teresa de Calcutá



publicado por eva às 00:32
Sábado, 30 de Julho de 2011

Existe apenas uma avareza honrosa: a das palavras.

Constancio Vigil



publicado por eva às 00:35
Sexta-feira, 23 de Abril de 2010

Neste dia Mundial do Livro, umas perguntas de Eugénio de Andrade:

 

 

Que fizeste das palavras?
Que contas darás tu dessas vogais
de um azul tão apaziguado?

E das consoantes, que lhes dirás,
ardendo entre o fulgor
das laranjas e o sol dos cavalos?

Que lhes dirás, quando
te perguntarem pelas minúsculas
sementes que te confiaram?

Eugénio de Andrade

 

 

 

 

.
Ilustração de Pierre Pratt


publicado por eva às 22:54
mais sobre mim
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO